“O que mais custa aceitar é a participação do Judiciário no golpe”

Blog do Renato

Desatados os laços coloniais, a proximidade entre Brasil e Portugal se estende para além das velhas rotas do Atlântico. Nas antigas colônia e metrópole, as trajetórias republicanas são navegadas sob tempestades que carregam ensinamentos para as duas costas do oceano. O sociólogo português Boaventura Santos faz uma radiografia da crise política brasileira e pede à esquerda nativa para abrir mão das diferenças.

unnamed-11O sociólogo português Boaventura Santos faz uma radiografia da crise política brasileira e pede à esquerda nativa para abrir mão das diferenças.A onda neoliberal que atinge hoje o Brasil por meio do governo de Michel Temer chegou como um tsunami em 2011 às terras lusitanas. Passos Coelho, então primeiro-ministro, tentou aprofundar as políticas de ajuste estrutural exigidas pelo Fundo Monetário Internacional, o Banco Central Europeu e a Comissão Europeia, mas o ímpeto dos retrocessos perdeu força diante da resistência unificada do campo progressista em Portugal.

Baseado nessa análise…

Ver o post original 3.334 mais palavras

O Estado brasileiro parece desintegrar-se: Moniz Bandeira

Leonardo Boff

Estamos cansados das interpretações dos acólitos do sistema imperante que não se renovam e repetem sempre a mesma versão dos acontecimentos nacionais. Ouçamos uma voz das mais autorizadas, do historiador e cientista político baiano Luiz Alberto Moniz Bandeira que nos mostra outro tipo de leitura da política brasileira e de seu entroncamento com a política mundial, especialmente, com a norte-americana. Faz denúncias graves que merecem ser ouvidas. Neste meu blog publiquei uma apresentação de seu mais recente livro: A desordem mundial (Ed. Civilização Brasileira 2016), um amplo estudo do caótico cenário internacional. Aos 80 anos, ele também tem sido homenageado pela sua vasta obra e história de vida de intelectual engajado. Em junho, foi homenageado pela União Brasileira de Escritores. No dia 4, a homenagem é na USP. Da Alemanha, onde vive, ele concedeu esta entrevista a Chico Castro Jr para o jornal A Tarde da Bahia no dia 29/10/2016…

Ver o post original 2.703 mais palavras

Escola sem partido?

blog da Revista Espaço Acadêmico

frei-bettoFREI BETTO*

Nada mais tendencioso do que o Movimento Escola Sem Partido. Basta dizer que um de seus propagadores é o ator de filmes pornô Alexandre Frota. O movimento acusa as escolas de abrir espaços a professores esquerdistas que doutrinam ideologicamente os alunos.

Uma das falácias da direita é professar a ideologia de que ela não tem ideologia. E a de seus opositores deve ser rechaçada. O que é ideologia? É o óculos que temos atrás dos olhos. Ao encarar a realidade, não vejo meus próprios óculos, mas são eles que me permitem enxergá-la. A ideologia é esse conjunto de ideias incutidas em nossa cabeça e que fundamentam nossos valores e motivam nossas atitudes.

Essas ideias não caem do céu. Derivam do contexto social e histórico no qual se vive. Esse contexto é forjado por tradições, valores familiares, princípios religiosos, meios de comunicação e cultura vigente.

Não há ninguém…

Ver o post original 405 mais palavras

Política sem votos

n O D e b a t e

nodebate – Depois de muitas afirmações sobre a política neste tempo de crises, algumas precisam ser avaliadas com atenção. Efetivamente, a elite econômica brasileira obteve uma singular vitória neste instante ao conseguir eleger políticos de partidos conservadores-liberais. Nesta linha estão PSDB e PMDB, de um lado e de outro a pulverização de partidos, os quais sem qualquer pensamento ideológico, ou seja, projeto social. Deste modo, já se nota a manutenção de uma velha estratégia, de se retira poder política ao colocar muitas forças em disputas.

O mais importante, neste sentido, está a redução da existência das agremiações políticas de cunho esquerdista, cuja proposta de representação se define como de apoio aos interesses sociais.

No entanto, terminada as eleições, outra linha de pensamento já muito envelhecida vem sendo repetida pelos meios de comunicação, que visa tornar a política mais distante da população. Sucede nos debates a falta de interesse do eleitor…

Ver o post original 275 mais palavras